Netflix ameaça a TV aberta?

Por Bruno Marques, Pedro H Lima e Thiago Vaz

Cepos_2009_012

Professor Adilson Cabral (Fonte: reprodução internet)

O professor de comunicação social da Universidade Federal Fluminense (UFF) Adilson Cabral, afirmou que o serviço de streaming vai reposicionar as emissoras de TV aberta, mas não acredita no “fim da TV aberta no Brasil”. Adilson, que coordena o EMERGE – Centro de Pesquisa e Produção em Comunicação e Emergência – da UFF, falou também sobre o perfil do assinante da rede e a influência das redes sociais nesse cenário de expansão de conteúdos online.

Qual a influência do Netflix no futuro da TV aberta no Brasil? E nas TVs por assinatura?

ADILSON CABRAL – O Netflix vem impulsionando o reposicionamento das emissoras de TV aberta para a necessidade de dialogar com um mercado consumidor que trabalha com a lógica de montar uma programação própria. A TV por assinatura leva relativa vantagem por ter oferta mais ampla, mas não significativa, pois os pacotes são muito engessados.

Você crê em uma migração dessas pessoas da televisão para a programação online?

Migração de usuários que se assumem autoprogramadores sim, mas não são significativos em termos de mercado brasileiro se pensarmos nas diferentes praças do país. É significativo do ponto de vista da queda de audiência com a qual a TV aberta lida. Mas não creio no fim da TV aberta no Brasil por dois motivos: mídias regionais e pelo poder político de parlamentares e mandatários locais que mantém esse modelo de negócio em função de suas atividades. Ressalto que essa concepção é minoritária entre pesquisadores da área, mas compreendo este como um cenário é diferente dos EUA e Europa, onde a TV aberta já está acabando.

Quais são os erros e acertos no planejamento de marketing do Netflix em nosso país?

Creio que a empresa ainda não conhece direito o mercado brasileiro e dialoga mais com heavy users. Quando começarem a entender demandas e dinâmicas específicas de nosso mercado a briga vai começar a ficar boa.

Quais as características comuns entre usuários do Netflix?

Gosto por linguagens e conteúdos fora dos padrões convencionais de gêneros televisivos, como as séries e programas como o TED.

Em sua opinião, o que acarreta esse rápido crescimento da empresa no país?

A TV aberta está ficando perdida e os consumidores estão buscando novas formas de consumo diante do “encaretamento” da TV aberta e do engessamento da TV por assinatura.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s