Cicloteca: levando leitura em duas rodas

 

Por Ana Clara Campos, Janaína Medeiros e Raphaela Ayres

IMG_20141001_173938902

Cicloteca dando um passeio pelo IACS

 

Quase setenta anos se passaram desde que o poeta, escritor e pensador Mário de Andrade nos deixou. Sua história e sua vida, no entanto, continuam a inspirar projetos por todo o país que ele tanto amou.

A Cicloteca, ação do projeto Ciclista Aprendiz, é um exemplo da influência de Mário. A biblioteca errante foi criada para mediar quem deseja doar com quem quer receber livros totalmente gratuitos. O projeto foi inspirado na “Biblioteca Itinerante”, desenvolvida pelo Departamento de Cultura da cidade de São Paulo em 1930, uma ação ousada para a época e ainda necessária.

A bicicleta que carrega livros, ou simplesmente “Teca”, passeou pela primeira vez em Niterói na Praça da Cantareira, distribuindo mais de 75 livros. Por meio de edital interno da Universidade Federal Fluminense, a Teca ganhou cara nova e continua sua missão de distribuir cultura pelas ruas niteroienses.

Gostou do projeto e quer participar? A gente te explica como: a doação de livros pode ser feita no Dom Café, na Rua General Osório, 5, São Domingos.

 

Veja mais:

Pedalando por aí

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s